InícioPolíticaEm carta enviada a Alckmin, Mantega deixa equipe de transição e critica...

Em carta enviada a Alckmin, Mantega deixa equipe de transição e critica ‘tumulto’ por parte de adversários

O ex-ministro está inabilitado pelo TCU a exercer cargo em comissão ou de confiança na administração pública federal devido às supostas “pedaladas fiscais” no governo de Dilma

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega deixou nesta quinta-feira 17 a equipe de transição do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), da qual participava como voluntário.

Ele está inabilitado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a exercer cargo em comissão ou função de confiança na administração pública federal devido à participação em supostas “pedaladas fiscais” entre 2013 e 2014, durante o governo de Dilma Rousseff (PT). Por ser voluntário, não foi oficialmente nomeado, nem recebia salário na equipe de transição.

Mantega havia sido escolhido para compor o grupo técnico responsável pelas áreas de Planejamento, Orçamento e Gestão.

Em carta enviada nesta quinta ao vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) e divulgada pela Folha de S.Paulo, Mantega diz ter sido responsabilizado “indevidamente” pelo TCU.

“Mesmo assim essa minha condição estava sendo explorada pelos adversários, interessados em tumultuar a transição e criar dificuldades para o novo governo”, escreveu o ex-ministro. Ele ainda afirma aguardar a decisão judicial que suspenderá a restrição imposta pelo tribunal.

“Estou confiante de que a Justiça vai reparar esse equívoco, que manchou minha reputação.”

Com informações da Carta Capital

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE