InícioMundoUcrânia restringe fornecimento de energia após ataques

Ucrânia restringe fornecimento de energia após ataques

Governo também pede que população reduza consumo para evitar apagões; bombardeios russos danificaram cerca de 40% do sistema de energia elétrica do país, segundo autoridades ucranianas

Após dias de ataques russos contra a infraestrutura civil da Ucrânia, o governo do país anunciou nesta quinta-feira, 20, que limitará o fornecimento de energia e pediu que a população economize eletricidade, sinalizando uma nova fase da guerra, na qual a população pode ficar sem acesso a serviços básicos num momento em que o inverno se aproxima.

Em uma mensagem de vídeo, o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, pediu que os ucranianos economizem energia e destacou que a redução do consumo durante o dia é fundamental para se evitar apagões. Zelenski afirmou que a população precisa se preparar para todos os cenários em relação ao inverno.

A empresa responsável pelo fornecimento de energia anunciou cortes de energia de até quatro horas em todas as regiões do país a partir das 7h da manhã desta quinta e disse que não descarta outras restrições com a chegada do frio. Haverá ainda uma redução na iluminação pública em algumas cidades.

O vice-chefe do gabinete presidencial ucraniano, Kyrylo Tymoshenko, pediu que a população economize energia entre as 7h e as 22h e recarregue celulares e baterias antes disso, além de ter um estoque de lanternas, pilhas e água potável.

Os recentes ataques russos destruíram cerca de 40% do sistema de energia elétrica da Ucrânia, segundo uma autoridade ucraniana do setor. Zelenski afirmou que o governo está trabalhando na criação de pontos móveis de fornecimento de energia para a infraestrutura crítica de cidades e vilarejos.

Devido aos bombardeios, várias cidades do país já enfrentam dificuldades no fornecimento de energia, aquecimento e água. Para ajudar a Ucrânia, a Espanha anunciou o envio nos próximos dias de cinco geradores de energia que pertencem ao Exército espanhol.

Ataques à infraestrutura civil

A Rússia intensificou nos últimos dias os ataques contra a infraestrutura civil na Ucrânia. Os bombardeios visam, principalmente, a rede elétrica do país. Apagões foram registrados em várias regiões ucranianas.

De acordo com Zelenski, desde 10 de outubro, 30% das usinas de geração de energia do país foram destruídas em bombardeios.

Os ataques ocorrerem num momento em que a ofensiva ucraniana tem feito avanços nos territórios ocupados pela Rússia. Nesta quarta-feira, a Rússia deu início a evacuação de Kherson, numa medida criticada pelo governo ucraniano. O presidente russo, Vladimir Putin, decretou ainda a lei marcial nos quatro territórios ucranianos que o país anexou ilegalmente.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE