InícioMundoAtaque deixa 19 mortos em centro educacional no Afeganistão

Ataque deixa 19 mortos em centro educacional no Afeganistão

Atentado suicida a bomba ocorreu quando alunos se prepararam para fazer uma prova. Nenhum grupo terrorista reivindicou autoria de imediato; região de Cabul é alvo constante do Estado Islâmico

Um ataque suicida a bomba deixou ao menos 19 mortos e 27 feridos nesta sexta-feira, 30, num centro educacional em Cabul, no Afeganistão. Nenhum grupo terrorista reivindicou de imediato a autoria da explosão, que ocorreu em Dasht-e-Barchi – uma região onde vivem majoritariamente uma minoria xiita e que costumava ser alvo de atentados dos islamistas do Estado Islâmico.

“Os alunos estavam se preparando para uma prova quando um homem detonou uma bomba suicida neste centro educacional. Infelizmente, 19 pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas”, disse o porta-voz da polícia afegã, Khalid Zadran.

Segundo o Ministério do Interior do Afeganistão, o centro acolhia estudantes em preparação para os exames de admissão às universidades do país. “Atacar alvos civis prova a crueldade desumana do inimigo e a falta de padrões morais”, disse o porta-voz do ministério, Abdul Nafy Takor. Segundo testemunhas, grande parte das vítimas são mulheres.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) tuitou estar “indignado pelo horrível ataque, nesta manhã, no interior do Centro Educacional Kaaj, no distrito de Dasht-e-Barchi”.

Autoridades estimam que o número de mortos deve aumentar. Um funcionário de um hospital disse que já havia 23 mortos. Vídeos publicados nas redes sociais e fotos divulgados pela imprensa local mostram vítimas ensanguentadas sendo retiradas do local da explosão.

Testemunhas disseram que ouviram um barulho alto e depois viram fumaça saindo do centro educacional. Vizinhos do local correram para o local para ajudar as vítimas.

Desde que assumiram o poder no Afeganistão, em agosto de 2021, o Talibã enfatiza que vem protegendo a população após décadas de guerra. Nos últimos meses, porém, ocorreram vários atentados em mesquitas e instalações civis.

Nos últimos anos, vários ataques ocorreram em Dasht-e-Barchi. Os atentados foram reivindicados pelo Estado Islâmico, que considera a minoria xiita hazara herege. Em abril de 2020, pelo menos seis pessoas morreram e 24 ficaram feridas em duas explosões que atingiram uma escola para meninos.

Em maio de 2021, uma série de explosões também ocorreu em frente a uma escola para meninas no mesmo distrito, deixando 85 mortos e mais de 300 feridos.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE