InícioEconomiaBanco Central divulga estimativa de inflação em 5,8% para 2022

Banco Central divulga estimativa de inflação em 5,8% para 2022

Relatório da instituição também ampliou a previsão de crescimento do PIB para 2,7% neste ano

O Banco Central divulgou, nesta quinta-feira, o Relatório Trimestral de Inflação. Segundo o documento, os efeitos de algumas medidas tributárias do governo federal ainda não se manifestaram plenamente. 

O documento confirmou os números previstos na ata do Copom, o Comitê de Política Monetária, que apontam inflação de 5,8% para este ano, de 4,6% para o ano que vem e de 2,8% para 2024.

O diretor de Política Econômica do BC, Diogo Abry Guillen, apresentou as expectativas do órgão para o IPCA, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, para os próximos dois anos.

“Em 2023 essa queda ficou mais concentrada na margem pelos administrados. Uma discussão que tem é se você vai ter a volta da desoneração dos impostos. Por exemplo, mais da metade do questionário pré Copom supõe que esses impostos não voltam em 2023. Já para 2024, no período mais recente a gente viu a mediana subindo e a média já tinha subido. A mediana subindo para 3,5%, é mais difícil de identificar qual é a causa aberta pelo Focus dessa subida, acho que é um pouco mais espalhado,” avaliou o diretor. 

No Relatório Trimestral, o Banco Central também atualizou a expectativa de crescimento do PIB, o Produto Interno Bruto, deste ano. A taxa, que era estimada em 1,7% no último trimestre, foi elevada para 2,7%.

Diogo Guillen também explicou o PIB brasileiro comparando com o cenário internacional: “A gente observa uma distribuição caminhando pra esquerda, uma redução de crescimento para 2022 e para 2023 para Estados Unidos, China e Europa. Acho que na Europa em 2022 não teve isso porque teve uma surpresa de crescimento no trimestre e a China ainda está estável no crescimento. Mas eu acho que o cenário geral tem sido de revisão de crescimento nas principais economias.”

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que ainda é muito cedo para pensar em redução da taxa de juros. Atualmente, a texa Selic está em 13,75% ao ano.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE