InícioTurismoBilhete aéreo sobe 22% em maio, comparado a igual período de 2019

Bilhete aéreo sobe 22% em maio, comparado a igual período de 2019

Em maio do ano passado e de 2020, marcados pela pandemia, o valor médio foi de R$ 459,79 e de R$ 385,19, respectivamente

O bilhete aéreo no mercado doméstico brasileiro atingiu o valor médio de R$ 682,60 em maio deste ano, um aumento de 22% em relação ao preço registrado no mesmo mês de 2019 – comparação com o período que antecede a pandemia da covid-19. À época, o ticket médio foi de R$ 559,85, aponta a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Em maio do ano passado e de 2020, marcados pela pandemia, o valor médio foi de R$ 459,79 e de R$ 385,19, respectivamente.

Também de acordo com a Anac, nos cinco primeiros meses de 2022, o preço médio da tarifa foi de R$ 605,04, valor 21,8% maior na comparação com 2019, quando o valor ficou em R$ 496,19.

As companhias aéreas têm atribuído os altos valores de passagens aéreas principalmente ao preço do querosene de aviação, que, acompanhando a trajetória de outros combustíveis derivados do petróleo, encareceu fortemente nos últimos meses.

Segundo a agência reguladora, o querosene de aviação acumulou alta de 59% entre janeiro e maio deste ano. Na comparação do quinto mês do ano com o mesmo período de 2019, o item, que representa aproximadamente um terço dos custos das companhias, subiu 137,8%, aponta a Anac.

Ainda segundo o órgão, em maio, 21,2% dos bilhetes foram vendidos por até R$ 300,00; aproximadamente 45% abaixo de R$ 500,00; e 7% custaram mais de R$ 1.500,00.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE