InícioGastronomiaQueijo Canastra é considerado o melhor do mundo por site gringo

Queijo Canastra é considerado o melhor do mundo por site gringo

Ranking dos 50 melhores do mundo do ‘The Taste Atlas’ de junho coloca queijo mineiro em destaque, à frente de produtos célebres como Pecorino e Serra da Estrela

O queijo Canastra chamou atenção hoje nas redes. O site The Taste Atlas elencou o Canastra como o melhor do mundo no ranking “50 Melhores Queijos do Mundo”. Os mineiros ficaram em polvorosa. Em um dos comentários mais curtidos da postagem no Facebook, uma usuária afirma que “todo mundo sabe que os queijos de minas são melhores mesmo”.

Os critérios do ranking divulgado nesta segunda-feira, 20, não são claros – segundo a publicação, os queijos foram elencados a partir das classificações da audiência do Taste Atlas e se referem ao mês de junho deste ano. O mineiro Canastra ficou à frente de outros queijos célebres, como os italianos Parmeggiano Reggiano e Pecorino e o português Serra da Estrela.

O resultado surpreendeu o jornalista gastronômico e especialista em queijo, Eduardo Girão, entre outras coisas, por ser um ranking mundial quando o queijo Canastra dificilmente é encontrado fora do País. Sendo assim, vê o resultado com cautela. “É um queijo brasileiro que não é mundialmente reconhecido entre queijos que têm uma produção muito difundida e uma distribuição global. Me parece mais um grupo de pessoas daqui que votou do que algo que reflete a popularidade”, pondera.

Independentemente de aspectos relativos ao ranking, o queijo Canastra merece nossa apreciação. Feito de leite de vaca cru, prensado a mão e maturado em prateleira de madeira, o queijo Minas artesanal produzido na região da Canastra é ligeiramente picante à medida em que matura e tem média intensidade, com um paladar mais moderado.

E já rendeu prêmios importantes aos produtores mineiros. O queijo Canastra do Queijo do Ivaior, por exemplo, é bicampeão super ouro no Mondial du Fromage et des Produits Laitiers de Tours – premiado em 2019 e em 2021.

Há um equívoco comum em considerar Canastra o tipo de queijo, quando na verdade diz respeito à região em que é produzido. O Minas artesanal (aí sim o tipo) é feito em 10 microrregiões reconhecidas, uma delas é a Canastra, explica Girão. “São da mesma receita, mas por serem feitas em regiões diferentes têm propriedades diferentes. Clima, vegetação, altitude geram diferenciações em características mais sutis”, complementa.

Aliás, o modo de fazer artesanal do queijo foi registrado como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE