InícioBrasilJustiça pede prisão preventiva do procurador que agrediu a procuradora-geral de SP

Justiça pede prisão preventiva do procurador que agrediu a procuradora-geral de SP

Demétrius Oliveira de Macedo agrediu a procuradora-geral de São Paulo, Gabriela Samadello Monteiro Barros, na segunda-feira, 20

A Polícia Civil de São Paulo pediu nesta quarta-feira, 22, a prisão preventiva do procurador Demétrius Oliveira de Macedo. Ele havia agredido procuradora-geral da SP, Gabriela Samadello Monteiro Barros, na segunda-feira, 20.

De acordo com a polícia, a investigação reuniu fotos e vídeos do momento da agressão, além do depoimento da procuradora-geral para seguir com o pedido.

Segundo o despacho assinado pelo delegado Daniel Vaz Rocha, do 1° Distrito Policial (DP) do município, o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública”.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que “o caso foi registrado como lesão corporal e é investigado pela DDM de Registro. A equipe da unidade já ouviu a vítima e o agressor e aguarda o resultado dos exames periciais para análises e elucidação dos fatos. Detalhes serão preservados para garantir a autonomia ao trabalho policial”.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE