InícioDFNovo alojamento temporário é criado para atender pessoas em situação de rua...

Novo alojamento temporário é criado para atender pessoas em situação de rua no DF

Local fica no ginásio da CIEF e tem 100 vagas disponível por noite

Devido ao frio, um novo alojamento foi criado para atender as altas demandas de pessoas em situação de rua que precisam de um local para passar as noites geladas. A medida foi adotada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF).

Andreia Mahé, de 52 anos, passou a noite no abrigo. “(A noite) foi muito boa, graças a Deus, não passei frio”, conta. Após perder seu lar em Itabirito (MG) para um desabamento, ela foi encaminhada pela assistência social para a capital federal. Por falta de abrigos, ela atualmente se encontra em situação de rua.

“Eu perdi minha casa em Minas em um desabamento que teve. A assistência social mandou a gente para cá [Brasília], só que chegamos aqui e não tinha abrigo então a gente ficou em situação de rua”, conta Andreia.
Foto: Divulgação/ ascom SEDES

O local fica no Ginásio do Centro Integrado de Educação Física (CIEF), localizado em SGAS 907 (Asa Sul), que está com 100 vagas disponíveis por noite. O espaço acolhe esse grupo a partir das 21h e vai até as 8h do diga seguinte.  O alojamento oferece um kit de 1 cobertor, 1 colchão e 1 lanche noturno por pessoa.

Quem ver uma pessoa nessa situação pode acionar as equipes da abordagem da secretaria de desenvolvimento para leva-la para lá ou tentar convence-las para irem por conta própria.

Cada pessoa tem direito a um colchão – que ficam espalhados pelo ginásio – e um cobertor para aquece-los.
Foto: Divulgação/ ascom SEDES

Veja onde doar agasalhos no DF

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) adiantou a “Campanha Agasalho Solidário 2022”. A partir da próxima segunda-feira, 23, quem tiver doações de lençóis, roupas, calçados e outros objetivos para proteger contra as frentes geladas pode entregar os produtos em qualquer quartel operacional do CBMDF.

As doações devem estar limpas, em condições de uso e em sacolas plásticas para manter a conservação, de preferência sacolas transparentes para ajudar na identificação dos produtos.

O mesmo vale para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) que está recebendo doações de roupas de frio e agasalhos em qualquer unidade policial até o dia 17 de junho (sexta-feira).

Os chamados Centro POP da Secretaria de Desenvolvimento Social enfatizam para que o máximo de pessoas possíveis doem os objetos contra o frio. Eles podem ser entregues em uma das duas unidades: na 903 Sul, perto do Colégio Leonardo da Vinci, e na 24 A/E nº 02 Mód. A (Taguatinga Norte). Ambos os lugares funcionam de 7h às 17h.

Defesa Civil

O tenente Walmir Oliveira, da Defesa Civl do DF, reforça que “esse frio pode inclusive disparar processos de doenças”. Ele também defende que a doação de agasalhos pode ajudar a prevenir, ou reduzir, futuros problemas de saúde pública. “Nós teríamos uma sobrecarga na rede hospitalar pública. As doenças respiratórias são potencializadas pelo frio, a gente aumenta o risco de problemas cardiovasculares devido ao frio. Então ocorrem mais infartos e AVCs [acidente vascular cerebral] durante a época do frio”.

Walmir enfatiza que “a doação do agasalho ajuda a proteger essas populações vulneráveis, que estão em situação de rua, principalmente desse tipo de problema”.

A Defesa Civil também aconselha para deixar possíveis doações nos carros para que possam ser entregues para pessoas em situação de vulnerabilidade que pedem doações nos semáforos da capital federal.

Segundo a secretaria, a população em situação de rua quadriplicou entre 2019 e 2021, chegando a 2.260 pessoas registradas nessa situação. O número oficial de 2022 ainda não foi divulgado.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE