InícioMundoNo Peru, presidente propõe punir estupradores com castração química

No Peru, presidente propõe punir estupradores com castração química

A iniciativa foi anunciada por Pedro Castilho após a divulgação de um caso da semana passada em que uma criança de três anos foi sequestrada e violentada por um homem, que gravou o ataque

Uma proposta do governo peruano, Pedro Castillo, é autorizar a castração de estupradores, causou polêmica. Castillo afirmou que irá apresenta ao Congresso do país um projeto de lei, ainda nesta semana.

Em um pronunciamento a apoiadores, Castillo disse que a punição seria em decorrência de “um clamor popular”, mas a proposta enfrenta resistência dentro do seu próprio governo.

O ministro do Interior, Alfonso Chávarry, discordou do presidente e disse, em entrevista coletiva, que a proposta “tem que ser reavaliada” e que não poderia ser aplicada “sem ter um estudo”.

A iniciativa foi anunciada pelo presidente após a divulgação de um caso da semana passada em que uma criança de três anos foi sequestrada e estuprada por um homem, que gravou o ataque.

Segundo Castillo, a proposta, que ainda não foi apresentada formalmente ao Congresso, prevê a punição de agressores de menores de idade, adolescentes e mulheres.

De acordo com um comunicado do governo do Peru, “a castração química consiste na administração de drogas que reduzem a libido e inibem o desejo sexual. É aplicada como método de prevenção contra a agressão sexual, e como punição para quem comete crimes dessa natureza”.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE