InícioPolíticaGovernador afastado do Tocantins renuncia ao cargo para escapar de impeachment

Governador afastado do Tocantins renuncia ao cargo para escapar de impeachment

A carta de renúncia foi protocolada pela defesa de Carlesse, nesta sexta-feira, 11

O governador afastado do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), renunciou ao cargo por volta das 14h43 desta sexta-feira, 11. O documento de renúncia foi protocolado pela defesa de Carlesse, três horas antes do segundo turno de votação, que encaminha o processo de impeachment do político para análise do Tribunal Misto, que seria formado na próxima semana.

Ele alega na carta de renúncia que isso é uma prova de sua abnegação ao cargo público e a medida foi para dar estabilidade política, econômica e fiscal ao Estado de Tocantins e evitar uma crise institucional com a exposição “desnecessária” dos poderes.

O ex-governador afirma que a finalidade da renúncia é para se defender de forma “tranquila e serena” sua defesa no Poder Judiciário “em relação às injustas e inverídicas” acusações que lhes fazem a Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal.

Agora, o governador em exercício, Wanderlei Barbosa (sem partido), assume o cargo definitivo.

Mauro Charlesse foi afastado pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) desde 20 de outubro de 2021, por 180 dias, em meio a investigações da Polícia Federal por suposta cobrança de propina de prestadores do plano de saúde dos servidores.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE