InícioDFDEMORA: diante do caos na saúde, agora que GDF decide contratar profissionais...

DEMORA: diante do caos na saúde, agora que GDF decide contratar profissionais temporários

O Distrito Federal já ultrapassou os 600 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia

Após o Distrito Federal bater, por mais de uma vez, 100% dos leitos Covid ocupados, com o descontrole das infecções pelo vírus, com a grita geral da população se queixando diariamente de filas imensas nas unidades de saúde, sem médicos e enfermeiros, além de mais de 1,5 mil profissionais de saúde estarem doentes e afastados por que estão infectados pela Covid, o governador Ibaneis Rocha (MDB) somente agora decidiu autorizar a contratação temporária de mais profissionais da área ao valor de R$ 32 milhões. A última vez que o GDF contratou profissionais de saúde foi em setembro de 2021.

O DF já ultrapassou os 600 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Só nas últimas 24 horas, foram registrados 11.508 novos casos. Em relação ao óbito, a capital passa dos 11 mil. No auge da pandemia, o DF só conta com duas unidades exclusivas para atender os pacientes com o vírus: o Hospital Regional de Samambaia e o Hospital do Sol, em Ceilândia.

_______________________

VEJA TAMBÉM

Falta de remédios na Saúde do DF causa transtornos a pacientes com comorbidades; secretário se cala

DESCASO: autônomo espera há 6 anos para fazer uma cirurgia bariátrica na rede pública de saúde do DF

_______________________

Segundo Ibaneis, a contratação desses profissionais de saúde reforça segurança no combate à doença. “Estamos ampliando a vacinação de modo que a gente não tenha casos tão graves”, explicou. “Então, esse é o trabalho que nós vamos fazer; mas, se for necessária a contratação de mais profissionais, nós disponibilizaremos mais recursos para que isso seja feito. O chamamento é imediato, e a Secretaria de Saúde já está autorizada e já deve estar providenciando [as contratações].”

O chamamento “imediato” como aponta o governo também serve para suprir os quase 2 mil profissionais de saúde que estão afastados por conta da Covid-19. “Espero que esses profissionais (afastados) retornem ao trabalho o mais rápido possível, e a nossa intenção, juntamente com o secretário de Saúde, Manoel Pafiadache, é exatamente atender a comunidade da melhor maneira”, pontuou Ibaneis.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE