InícioEsportesDjokovic tem visto cancelado na Austrália e recorre da decisão

Djokovic tem visto cancelado na Austrália e recorre da decisão

O tenista sérvio número 1 do mundo, teve seu visto de entrada no país cancelado oficialmente pelo Ministro da Imigração do país, Alex Hawke

O tenista sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, teve seu visto de entrada na Austrália cancelado oficialmente pelo Ministro da Imigração do país, Alex Hawke. Os advogados de Djokovic já recorreu novamente à justiça local.

A decisão do Ministro da Imigração saiu na madrugada desta sexta-feira(14), pelo horário de Brasília, quando o ministro Hawke assinou o cancelamento do visto do tenista e emitiu um comunicado dizendo que a decisão foi tomada baseada em uma análise criteriosa com informações que foram fornecidas pelo departamento de relações internas e a Força de Fronteiras da Austrália (ABF).

“Hoje exerço meu poder através da seção 133C(3) do Ato Migratório de cancelar o visto possuído pelo Sr. Novak Djokovic por motivos de saúde e boa ordem pública, baseado naquilo que é de interesse público”, declarou o ministro

Finalizou dizendo, “O governo (Scott) Morrison está firmemente comprometido em proteger as fronteiras australianas, e em particular em relação a COVID-19”, seguiu.

Caso Djokovic não consiga reverter a decisão, a lei australiana determina que ele estará impedido de entrar no país por um período de três anos, exceto, em circunstâncias que afetem diretamente os interesses do país.

No mesmo dia, o primeiro ministro do país Scott Morrison soltou um comunicado comentando sobre a decisão do ministro da imigração. Morrison ressaltou que a população australiana passou por “muitos sacrifícios” durante a pandemia, que no próximo mês de março completa dois anos.

“Essa pandemia tem sido muito difícil para o todo o povo australiano, porém juntos nós salvamos vidas e o sustento da população. Eu entendo que a decisão foi tomada de forma criteriosa e a decisão do ministro em cancelar o visto de Djokovic foi baseada na saúde e motivos de boa ordem, no interesse do povo australiano”, disse o primeiro Ministro.

E completou dizendo “Eles, com razão, esperam resultados daqueles sacrifícios para se protegerem. A pandemia tem sido incrivelmente difícil para todo o povo australiano, mas temos de permanecer juntos e salvar nossas vidas e meios de subsistências. Nossos fortes policiais de fronteira têm de manter os australianos seguros, pré COVID e agora durante a pandemia”, finalizou.

Após a decisão, os advogados de Novak Djokovic voltaram a recorrer à justiça para evitar a deportação do sérvio e a audiência extraordinária deve ocorrer em breve. O Aberto da Austrália começa na próxima segunda-feira (17). O tenista sérvio entrou na chave e enfrenta o seu compatriota Miomir Kecmanovic na primeira rodada.

Confira a íntegra da declaração do Ministro da Imigração Alex Hawke:

Divulgação

Confira na íntegra o comunicado do Primeiro Ministro Scott Morrison:

Divulgação
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias