InícioBrasilAnalistas-Tributários da Receita entregam cargos e adotam operação-padrão

Analistas-Tributários da Receita entregam cargos e adotam operação-padrão

Foram quase 70 delegacias sindicais aderindo a mobilização em todo o país

Os Analistas-Tributários da Receita Federal aprovaram na terça-feira, 11, a mobilização nacional com Operações-Padrão nas áreas de tributos internos, gestão corporativa e aduana, entrega de cargos em comissão, funções de confiança ou encargos e não participação dos servidores do cargo em treinamentos, convocações e metas.

O Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (SINDIRECEITA), fez a apuração dos resultados com os servidores na segunda-feira, 10, e a publicação da mobilização foi feita no dia seguinte.

Em entrevista à rádio Mais Brasil News, o Presidente da Sindireceita Geraldo Seixas explica que o movimento tem duas linhas de atuação.

“Uma é relativa a um acordo salarial não cumprido desde 2016, e o outro aspecto que eu julgo até mais importante, é corte no orçamento votado agora recentemente no Congresso. Um corte do orçamento ordinário da receita da ordem de mais de 50%”, afirma.

Foto: Divulgação / Sindireceita

Decisão

Segundo Geraldo a decisão foi aprovada pela maioria, quase 90%. Foram quase 70 delegacias sindicais aderindo a mobilização em todo o país. “Nosso assunto ainda é uma negociação pretérita de 2016”.

“Agora estamos aguardando até o dia 21 quando se deve dar a sanção do orçamento, e na sequência deve ser resolvido essas duas questões que eu falei. Se porventura não vier a acontecer, a tendência é que o movimento seja recrudescido, deve aumentar a pressão ainda mais porque a adesão tende até aumentar”, diz Seixas.

Com a decisão, os analistas tributários se juntam aos auditores da Receita, que estão em greve desde o dia 27 de dezembro de 2021, em protesto pelo corte no orçamento do órgão aprovado pelo Congresso Nacional. “Um cargo que já está em mobilização também de forma até concomitante e conjunta conosco são os auditores. Nós estamos mobilizados juntamente com outros colegas da receita federal”, reitera.

O presidente da Sindireceita espera que a negociação seja resolvida ainda este mês de janeiro.

“Nós temos uma reunião marcada na próxima semana com a receita federal para tratarmos desse assunto, mas na verdade o termo dessa mobilização deve se dar agora no dia 21 de janeiro quando em tese deve se dar a sanção, que é período máximo para o presidente sancionar a lei e o compromisso seria que se sancionado a lei nós tivéssemos essa questão resolvida”, conclui Geraldo Seixas.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias