InícioDFApós 15 dias, morte de mãe e filha segue em investigação; 'caso...

Após 15 dias, morte de mãe e filha segue em investigação; ‘caso seguirá sob sigilo’, diz delegado

Após encontrar os corpos de Shirlene Ferreira da Silva, de 38 anos, grávida de quatro meses, e de Tauane Rebeca da Silva, 14, a polícia civil continua investigando para solucionar o caso e descobrir quem são os autores dos dois homicídios. Segundo o delegado da 19ª Delegacia de Polícia, Thiago Peralva, o caso “seguirá em sigilo para não atrapalhar as investigações”.

Os corpos foram encontrados na tarde do dia 20 de dezembro. Mãe e filha desapareceram na região do Sol Nascente no dia 9 de outubro. Ao Corpo de Bombeiros, o marido da Shirlene disse que ela e a filha saíram para tomar um banho em um córrego próximo a residência, que fica na região do Sol Nascente, em Ceilândia.

Após sete dias, as buscas chegaram a ser suspensas na região após os militares não encontrarem nenhum indício das vítimas. A polícia civil chegou a levantar a hipótese que ambas teriam fugido para o Piauí.

Na época, a polícia conseguiu encontrar duas câmeras de segurança, mas ambas estavam desligadas, o que dificultou o trabalho da polícia.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE