InícioEsportesApós nova denúncia de assédio sexual, Náutico demite superintendente financeiro

Após nova denúncia de assédio sexual, Náutico demite superintendente financeiro

O dirigente demitido foi alvo de dois boletins de ocorrência por importunação sexual e crime contra a honra

Uma semana depois de receber denúncias de assédio sexual, a direção do Náutico se viu obrigada a tomar uma medida mais drástica. Nesta quinta-feira, o clube pernambucano demitiu o superintendente financeiro Errisson Melo, que é irmão do presidente Edno Melo, e criou uma comissão feminina para acompanhar os casos.

O dirigente demitido foi alvo de dois boletins de ocorrência por importunação sexual e crime contra a honra. Um deles movido por Tatiana Roma, ex-diretora de mulher e operações do clube. Outro foi registrado nesta manhã pela mãe de uma adolescente de 15 anos e pelo mesmo motivo: importunação sexual.

Há mais de um ano ela já vinha sofrendo assédio do ex-dirigente. O boletim foi registrado na Delegacia de Polícia de Crimes contra Crianças e Adolescentes (DPCA) de Recife. As investigações vão correr por segredo de justiça, mas existe a expectativa de que novos casos possam aparecer.

Diante da repercussão altamente negativa, o clube também se antecipou na criação de uma comissão feminina. Ela conta com duas mulheres ligadas ao clube, duas que fazem parte do conselho deliberativo e mais quatro mulheres das torcidas organizadas. Este grupo vai ter a coordenação geral de uma empresa especializada: a Women Friendly. Ela vai prestar consultoria para prevenir e combater o assédio sexual.

“O Clube Náutico Capibaribe vem a público informar que criará imediatamente uma Comissão Feminina, com a primeira reunião marcada para acontecer na próxima semana”, disse o clube, em nota. “A coordenação será realizada pela Women Friendly, empresa contratada pelo clube para tratar o assunto e especializada em treinamentos, canais de apoio e consultoria para prevenir e combater o assédio ou qualquer outra importunação sofrida por mulheres em organizações e entidades.”

“O Clube Náutico Capibaribe assume o compromisso com a mudança e seguirá as orientações da Women Friendly, com o objetivo de criar um ambiente seguro para as colaboradoras e torcedoras.”

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Publicidadespot_img

Últimas Notícias