InícioEsportesHamilton vence no Catar e acirra a disputa com Verstappen pelo título...

Hamilton vence no Catar e acirra a disputa com Verstappen pelo título da Fórmula 1

Piloto britânico soma 343,5 pontos, contra 351,5 do piloto holandês, que cruzou a linha de chegada em segundo

Depois de duas vitórias consecutivas no Mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton se mostrou confiante para os dois últimos GPs da temporada. Com a vitória na prova inédita do Catar, a briga pelo título com Max Verstappen está acirrada na reta final. O piloto britânico definiu o trabalho da equipe da Mercedes como “sólido” e valorizou os pontos conquistados neste domingo.

“É uma sensação boa. Estou muito, muito feliz com o carro. Eu me sinto bem para as últimas corridas, mais apto fisicamente do que nunca. Foi uma corrida muito tranquila, sem muita emoção. Claro que eu gosto daquelas corridas em que você tem dificuldades, mas precisamos desses pontos hoje. Então, acho que foi um trabalho realmente sólido da equipe com os pitstops e com o carro”, disse Hamilton, que na última semana também venceu o GP do Brasil.

Apesar de ver o rival da Mercedes se aproximar ao fim de mais um GP, o holandês Max Verstappen fez uma boa corrida de recuperação, já que largou em sétimo, punido por ignorar bandeiras amarelas, assim como Valtteri Bottas, da Mercedes.

Max iniciou rapidamente a busca pelas primeiras posições e terminou em segundo, garantindo também um ponto extra por ter conquistado a melhor volta. O holandês valorizou sua pontuação final e disse que espera uma disputa acirrada até o fim.

“Nossa posição inicial ficou um pouco comprometida, mas felizmente tivemos uma boa largada e a partir daí eu estava rapidamente de volta ao segundo lugar. No final do dia, conseguir a volta mais rápida foi muito bom. E é claro que sei que vai ser difícil até o fim, mas acho isso bom, mantém tudo empolgante”, afirmou Verstappen.

A corrida deste domingo teve uma sequência de pilotos com pneus dianteiros furados, caso de Valtteri Bottas, da Mercedes, George Russell e Nicholas Latifi, ambos da Williams.

Fernando Alonso

Com a terceira posição no inédito GP do Catar neste domingo, Fernando Alonso voltou a subir ao pódio da Fórmula 1 após sete anos. A última vez que o piloto espanhol ficou entre os três primeiros colocados havia sido no dia 27 de julho de 2014, com a Ferrari no GP da Hungria.

O feito no Catar foi muito comemorado por Alonso, que relembrou de ter ficado perto do pódio em outros momentos, mas sem obter sucesso.

“É inacreditável. Sete anos. E finalmente conseguimos. Ficamos próximos em algumas corridas, mas não foi suficiente. Sochi (GP da Rússia) foi a última possibilidade. E hoje, aqui (no Catar)”, disse o piloto da Alpine.

Fernando Alonso largou em terceiro e, logo no começo da corrida, foi para cima de Pierre Gasly, da Alpha Tauri, tomando a segunda posição no fim da reta. O espanhol ainda teve que segurar o ímpeto inicial de Max Verstappen, que o ultrapassou mais para frente. De qualquer forma, Alonso seguiu bem e cruzou a linha de chegada entre os primeiros, mesmo sendo ameaçado por Sergio Pérez até o final.

“Honestamente, achei que estaria liderando após a primeira volta Achei que, por ter os pneus macios, poderia atacar Lewis, mas não consegui. E aí com Checo, foi muito próximo no final, mas fico feliz pela equipe. Esteban foi o quinto, então tivemos um bom domingo”, continuou Alonso.

Com informações da Agência Estado

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Publicidadespot_img

Últimas Notícias