InícioPolíticaIndiciado na CPI, Carlos Bolsonaro afirma que vai denunciar senador Omar Aziz...

Indiciado na CPI, Carlos Bolsonaro afirma que vai denunciar senador Omar Aziz por prevaricação

Segundo Carlos, o senador não tomou medidas para evitar a divulgação de dados de inquérito sobre os atos antidemocráticos

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro,  afirmou nesta quarta-feira (20/10) que irá apresentar denúncia contra o presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSDB-AM), por crime de prevaricação.

Segundo Carlos, o senador não tomou medidas para evitar a divulgação de dados de inquérito sobre os atos antidemocráticos. “Apresentarei denúncia de prevaricação contra o presidente da CPI da COVID, ao não tomar providência de cometimento, em tese, de crime de vazamento de dados de inquérito sigiloso (atos antidemocráticos), cometido pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL)”, escreveu Carlos. “Apesar de oficiado por meus advogados e tomado ciência, senador Omar Aziz (PSD-AM), que é investido de poderes para oficiar MP, MPF entre outras autoridades, nada fez”, comentou.

Durante sessão no Senado, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) lembrou o depoimento em que o filho do presidente da República reconheceu que recebeu informações de Fábio Wajngarten, ex-secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República. “No inquérito sobre os atos antidemocráticos, Carlos Bolsonaro depôs e disse assim, ‘Fábio encaminha de forma habitual prévias de possíveis manchetes do dia seguinte nos meios de comunicação'”, disse Calheiros.

O relatório final da CPI da Covid pede o indiciamento de três filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com cargos no Poder Legislativo.

De acordo com o texto, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e Carlos Bolsonaro (Republicanos) praticaram incitação ao crime, indicado no artigo 286 do Código Penal.

Carlos é acusado de ser líder de um grupo que comanda fake news. Conhecido por “gabinete do ódio”, o grupo é formado por assessores e blogueiros bolsonaristas que usam as redes sociais para atacar adversários do presidente e espalhar notícias falsas.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Publicidadespot_img

Últimas Notícias