spot_img
InícioPolíticaSem partido, Bolsonaro negocia filiação no Agir 36, ex-PTC

Sem partido, Bolsonaro negocia filiação no Agir 36, ex-PTC

Outras hipóteses são o PTB e o Progressistas, mas há resistências

O nanico Agir 36, antigo Partido Trabalhista Cristão (PTC), entrou no radar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para uma possível filiação, segundo fontes próximas às articulações confirmaram ao Mais Brasil News.

Outras negociações com legendas pequenas já foram abertas, mas não se concretizaram. Primeiramente com o Brasil 35, ex-Partido da Mulher Brasileira (PMB), e em seguida com o Patriota, que filiou o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, em maio. 

O maior problema era a exigência, por parte do grupo de Bolsonaro, de controlar todos os diretórios executivos regionais, algo que não foi aceito pelos dirigentes dos partidos.

Dois partidos grandes ainda disputam a filiação do presidente: Progressistas, do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), e o PTB, de Roberto Jefferson.

No PTB, Bolsonaro teria mais concessões, mas enfrentaria resistência interna de apoiadores que entendem não ser possível se filiar ao partido devido ao histórico de escândalos de corrupção que a legenda se envolveu. Roberto Jefferson foi condenado e preso por corrupção no caso do mensalão. 

Já no Progressistas, o problema é a resistência de líderes da legenda no Nordeste, que preferem apoiar a candidatura do ex-presidente Lula.

O maior entrave para a entrada em um partido pequeno como o Agir 36 é a falta de recursos do fundo partidário e a possibilidade de que o partido não consiga eleger uma bancada na Câmara dos Deputados para garantir acesso aos recursos, o que pode obrigar a legenda a fazer uma fusão logo no início de 2022.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Publicidadespot_img

Últimas Notícias