spot_img
InícioEconomiaOperações bancárias por aplicativo representam mais da metade das transações no país,...

Operações bancárias por aplicativo representam mais da metade das transações no país, diz Febraban

Segundo a instituição,, o total de procedimentos registrou um crescimento de 20%,e pela primeira vez os aplicativos representam mais da metade das operações

Cresce a utilização de Operações bancárias feitas pela internet, segundo dados divulgados pela Federação Brasileira de Bancos, a FEBRABAN. Segundo a instituição o total de operações bancárias registrou um crescimento de 20%, o maior dos últimos anos, e pela primeira vez os aplicativos bancários, representam mais da metade das transações bancárias.

Segundo a FEBRABAN, em 2020 foi registrado 52,9 bilhões de reais em transações feitas pelo Mobile Banking enquanto em 2019 esse valor foi de 37 bilhões. A pesquisa indica que um dos principais motivos para esse salto foi a pandemia. Isso porque anteriormente a esse período, havia clientes que não tinha o costume de realizar transações bancárias pela internet, e com a chegada da pandemia passaram a utilizar e agora não pretendem retornar para o mundo analógico.

Para Marcelo Minutti, professor de Inovação Digital, a pandemia acelerou o investimento dos bancos na parte de tecnologia. Segundo ele, o setor financeira sofreu em um primeiro momento com o impacto da pandemia. “Um dos setores que mais foi impactado e mais têm se transformado nesse período de pandemia, é o setor financeiro. O processo tem sido muito intenso, para se ter uma ideia, vários desses bancos recalibraram suas estratégias para lidar melhor em um primeiro momento as transformações que a pandemia exigiu”, explicou o professor.

Marcelo continua afirmando que os bancos já estavam em processo de transformação, que foi acelerado com a chegada da pandemia. “Você consegue perceber uma transformação da estratégia de negócio desses bancos, que eles já haviam vindo em um processo de investimento em canais digitais, mas com a pandemia se acelerou de forma visível, só em 2020 o investimento desses bancos em tecnologia cresceu em 8%, muitas instituições financeiras perceberam que era o ponto de ruptura ali, o investimento era necessário para se adequar ao novo momento de isolamento social”, ressaltou Marcelo.

Em contrapartida do aumento do número de pessoas que utiliza o serviço bancário pelo meio digital, as instituições bancárias vem sofrendo com o número de encerramento de expediente das agências físicas. Segundo dados divulgados pelo Banco Central 5.309 municípios têm ao menos uma correspondente bancário. O órgão considera o universo de 5.590 cidades, isso significa que 281 municípios não tem acesso a este tipo de atendimento.

Bradesco, era a instituição que mais tinha agências físicas no país em março de 2020, com o fechamento de 1.315 unidades caiu para a terceira posição com 3.081 agências. O Banco do Brasil assumiu a primeira colocação com o maior número de agências, perdeu 389 unidades ficando com 3.979 agências. Completam a lista a Caixa Econômica com 3.372 agência e sem fechamentos, o Itaú com o encerramento de 110 agências ficando com 2.885 unidades e o Santander com 163 unidades fechadas ficando com 2.582 unidades.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Publicidadespot_img

Últimas Notícias