InícioEsportesBrasil perde para Argentina e tem pior campanha no vôlei masculino desde...

Brasil perde para Argentina e tem pior campanha no vôlei masculino desde Sydney

A rotina de pódios da seleção brasileira masculina de vôlei nos Jogos Olímpicos foi interrompida neste sábado em Tóquio com um amargo quarto lugar após derrota para a Argentina por 3 sets a 2 (parciais de 25/23, 20/25, 20/25, 25/17 e 15/13). Foi a pior campanha do Brasil desde Sydney-2000, quando a equipe terminou na sexta colocação, justamente após ser eliminada pelos argentinos nas quartas de final.

A derrota deste sábado foi uma reedição dos Jogos de Seul, em 1988, quando as duas seleções também se enfrentaram na disputa pelo bronze e a Argentina levou a melhor. Dois dados curiosos ligavam aquele jogo realizado há 33 anos e a partida deste sábado. Renan Dal Zotto, hoje técnico do Brasil, esteve em quadra como jogador em Seul quando foi derrotado por Hugo Conte, pai de Facundo Conte, que neste sábado foi um dos principais destaques da vitória argentina.

Antes do quarto lugar em Tóquio, o vôlei masculino brasileiro ostentava um desempenho espetacular nos Jogos Olímpicos. Sob o comando do técnico Bernardinho, o time foi campeão em Atenas-2004 e Rio-2016 e prata em Pequim-2008 e Londres-2012.

Um novo ciclo se iniciou a partir de 2017, quando Bernardinho deixou a seleção e em seu lugar assumiu Renan Dal Zotto. O time passou por mudanças, mas mesmo assim manteve-se competitivo e como um dos favoritos ao ouro. Na reta final da preparação para os Jogos, porém, a equipe se viu sem o seu treinador, que contraiu a covid-19, ficou 36 dias internado, com duas intubações e uma cirurgia, e só reassumiu a seleção às vésperas do embarque para Tóquio.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.

Últimas Notícias

Publicidadespot_img
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE